Meu amigo de quatro patas

sexta-feira, 12 de março de 2010

Saudade do meu parceirinho querido!

Lembrei bastante do meu bom e querido amigo Darwin depois que terminei de ler Marley & eu. Sem sombra de dúvidas esssa história pode ter se transformado bem "clichê" nos últimos tempos, devido ao imenso sucesso deste best seller. Mas vale a pena (ou ler o livro, ou ver o filme). Uma história onde até o coração mais empedrado se desmancha!

Lendo o livro e lembrando do filme... lembrei do Darwin.
Pelo cachorros que passo na rua, em cada focinho, em cada gesto maluco... lembro dele.

Logo após a morte do Darwin fiquei por uns tempos "traumatizada" ao ver inocentes poodles andando pelas ruas.
Em cada um deles tentava ver Darwin, tentava amenizar ou piorar a saudade.

Darwin... que cachorro que me deu trabalho.
Da cria de uam poodle toy, Darwin foi... o mais louco, o maior de todos os toys, o mais brincalhão e o unico machinho entre elas!

Quando chegou chorou muuutio, mas com aquele jeitinho pidão encantou à todos.
ssim que chegou aqui em casa fomos viajar e... bora colocar Darwin no carro. Pude levá-lo na condição de não tirar os olhos de cima dele.

Ahhh, nesse seu primeiro passeio ele fez de tudo no carro do meu pai: xixi, cocô, vômitos (que meigo.. ele enjoou na viagem...)... Quase fomos expulsos do carro mas, tivemos mais um voto. Bom, pelo menos até o destino nós chegamos.

Na casa das minhas avós todos adoraram ele. Na verdade não tinha uma pessoa que não adorasse.
Meus amigos gostavam bastante de enlouquecê-lo mais do que o tadinho já era louco.
Carente e animado como a dona.. ahhh, isso ele era!

Quem tem um amigo desses, que está contigo nos dias tristes e alegres.
Mesmo sabendo que seu dia foi dificil e com uma pirueta, um latido e uma cambalhota vem te alegrar merece e já e dono do seu coração.
Amizade fiel e eternamente verdadeira.
Quem tem uma dessas, pode ter certeza, tem um grande e valioso tesouro.

Minha fofurinha de pêlos
Meu doidão sem tamanho
Meu bebezinho

Saudades tuas meu parceirão!

Te amo Darwin! ^^

5 SERES IMAGINÁRIOS:

Hapi disse...

hello... hapi blogging... have a nice day! just visiting here....

Mundo do Gê disse...

Pois é né Mary...acho que só pessoas de bom coração...têm...e amam seus amigos de quatro patas...
Por vezes parece que só eles nos entendem...e mesmo quando estamos com raiva do mundo...eles abanam o rabo e pulam na gente...pra que tudo mude...Acredito que só quem já teve ou têm um amigo fiel como os cães pode entender o quanto eles podem alegrar uma vida...e quando partem...sempre deixam lembranças de suas peripécias...sejam elas boas ou ruins...pois ter calçados destruídos...tapetes mastigados...fazem parte...mas eu adoro tudo isso...Ahh dá uma passadinha no meu blog e olha lá tbm tive inspiração depois de ler Marley & Eu...Bom era isso...Bjos!

Rafael disse...

lindo o texto,acho q todo mundo ja teve um cao em especial q deixou muita saudade,no meu caso foi o Simbaa
eu escrevi algo sobre ele tbm

"O mais fiel dos amigos

Quando acordei pela manhã
o encontrei deitado de lado,como se estivesse dormindo.
Ao tocar-lhe percebi a rigidez de seu corpo e a baixa temperatura de sua pele.
Assustado,o chamei pelo nome,mas ele não se moveu.
Em seus olhos não havia mais aquele brilho intenso.
isso me doeu profundamente
arrancando-me lágrimas de imediato.
Então caí diante dele em um choro sentido,doído.
Abracei-o junto a mim
lembrando de como ele havia me trazido alegria durante sua curta vida.
O mais alegre,o mais presente,
o mais fiel de todos os meus amigos."

Rafael disse...

Sobre marley e eu

ja li o livre e tbm vi o filme,continuo prefirindo o livro,é muito mais emocionante

bj

CHEIRO DE FLOR disse...

Ah Mary, também amo demais cachorros, lá no nosso sitio tem dois e nesse fim de semana apareceu mais um, o pitter, lindo, lindo!!!
xeros pra tu!!!

 
Design by Pocket