Medos

quinta-feira, 18 de outubro de 2007


Medos....

Medo da morte

Medo de reprovar

Medo de escuro

Medo da solidão

Medo de perder um grande amor

Medo de altura

Medo de ser atropelado no meio da rua

Medo do mundo cruel

A vida da gente é tão maluca que as vezes achamos que, por tamanhas maluquices não nos cabe o título de NORMAIS. Mas afinal de contas o que é ser normal???

Bom... Bom... o tema da crônica não é a "normalidade'' de cada um. Vamos parar!

Hoje vou escrever um pouquinho sobre medos.

Eu tenho tanto, mas tanto pânico de trânsito, de atravessar uma rua povoada de automóveis que hoje um amigo meu (Leonardo Kerber....hehe, te acha gringo!) disse que, por esta fobia eu teria que me tratar, fazer terapia. Será? Será?

É sério gente, só de eu ver um carro vindo em minha direção já me contorço toda, meu coração acelera, fico danada da vida. Sorte que tenho ao meu lado meu grande e amado namorado e minha amiga Flávia, que tão sempre por perto, me ajudando nessas horas difíceis.

Ah, tenho outro medo crueeeeelllll. Medo de sapos!

Mas este, ah, este medo segunda-feira pretendo perdê-lo.

Resolvi fazer uma aula prática onde terei que coletar esses terríveis bichanos. Uiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!

Será que vai?

Vaaaaaaaaaaaaaaiiiiiiii sim!!!! (E.S.P.E.R.O)

E você, qual seu medo?

Bom, a dica que eu deixo é como diz aí, no inicinho do meu blog: O MEDO TEM ALGUMA UTILIDADE, MAS A COVARDIA NÃO!

E viva os sapos! E as avenidas chheeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiaaaaaaaaaassssssss de carros.

E viva a Mary! =)

3 SERES IMAGINÁRIOS:

Thay disse...

Bom o que posso dizer é que todos nós temos medos, mas o meu maior medo é de não conseguir ver meu filho bem feliz, formado e já com sua família....
É não tô muito inspirada mas é isso
Bjs

Flavinha disse...

Mary....nem te apavora, amiga!!! Primeiro porque sempre que tu precisar de mim, tu sabe, eu estarei contigo. (Oh, que poético...); Segundo, porque medos fazem parte da vida, sem eles a gente não vive, ou melhor, a vida até fica com menos graça...E terceiro, porque o medo nos deixa precavidos em determinados momentos, e corajosos em outros, tornando-nos mais fortes.

Amiga o blog tá lindo, que bom que tu voltou...

E depois deste lonnnngggooo comentário...

Besos

Fui...

Anônimo disse...

Por que nao:)

 
Design by Pocket