Nos anos 80...

domingo, 19 de abril de 2009
















...fui a pessoa mais feliz do mundo!!!




Na minha vida além dos meus pais, existiam grandes pessoas... meus amigos (Cabeçudo, Rob, Daizinho, Daiane, Suelen, Miele), e apenas a responsabilidade do estudo, nada mais. A unica preocupação era fazer da minha infância algo bom e mágico!
Eu jogava vôlei na rua, pulava corda, brincava de esconde-esconde, organizava festas juninas com meus amigos, mobilizando toda a vizinhança... Meu tio, fazia a fogueira e sempre levava sal, por conta dos bombeiros, que vinham mandar apagar o fogo... A gente enfeitava a rua com bandeirinhas... Nossos pais ficam encarregados de se juntarem na minha casa pra fazer a pipoca, o amendoim, a batata-doce, o quentão, o chocolate-quente...

As gurias corriam aqui pra casa sempre que eu aparcia com um novo LP da Xuxa. Corríamos pras coreografias, sempre!!!

No natal, depois da ceia com suas famílias, a gente se juntava e eu distribuía cartões pra todo mundo (o que sigo até hoje). Era o único presente que eu podia dar! Simples, mas de coração!

Meus amigos vinham aqui pra casa, pra gente brincar de acampamento!

Outra... depois que olhávamos o filme GAROTOS PERDIDOS a gente se juntava em frente à minha casa e saíamos..em busca de monstros (cobras, sapos...tudo morto) por conta da PATRULHA MONSTROS, que tinha no filme. Pegávamos esses animais, colocávamos em vidros com álcool e guardávamos no galpão do meu pai. Até que ele descobriu tudo e colocou nossos "monstros" fora!

Eu e as meninas brincávaos de Barbie... fazíamos roupinhas, casinhas e uma Barbie ía visitar a outra.
Os meninos..riam muito da gente e a gente..ficava muuuito irritada!!

À tardinha, quando chegávamos da escola todos pegavam suas bicicletas e ficávamos andando pela quadra! Uma vez ou outra eu sempre caía (porque os guris me derrubavam!).

Já pensamos em várias coisas quando crescêssemos: as meninas...irem morar em Santa Maria, pra fazer faculdade. Os meninos... ir embora e arrumar um emprego muito bom!


Enfim... nos divertíamos com tão pouco mas... não deixávamos de ser felizes!

Hoje, reencontrei uma dessas amigas da infância mágica (a Suelen). Agora ela mora em Porto Alegre. Ficamos recordando tudo de bom que vivemos e..bateu a saudade!


Na minha rua..dos amigos só resta eu!:(

Daiane... ainda mora em meu bairro, mas não aqui, pertinho de casa. Tá com uma filhota linda (minha afilhada, por sinal) e trabalhando bastante.
Cabeçudo... morando na Serra Gaúcha, construiu uma família e tá trabalhando aos montes.
Daizinho e Rob... ambos morando em uma cidadezinha próxima a minha, mas na correria de seus empregos.
Miele... ainda na cidade, quase formada em História, trabalhando e feliz. Até a vejo, as vezes.
Suelen... morando na capital, com uma linda família também e trabalhando!

Apesar do destinos ter nos separado, cada um ter seguido seu caminho, ficará sempre...sempre a lembrança de uma infância feliz, sem preocupações e com a certeza de que fomos os melhores amigos um do outro!

Sobre este post, fica a saudade e a certeza de ter vivido o que há de melhor no mundo: uma infância feliz.
Hoje em dia, duavido que as crianças sintam a mesma felicidade que senti há décadas atrás. Podem ser felizes, com toda a tecnologia e blá, blá, blá...mas não com a mesma intensidade, não com a mesma paixão...

Saudades daquela época!
Saudades dos meus queridos amigos!

7 SERES IMAGINÁRIOS:

Rafael Velasquez disse...

eu sempre relembro um pouco o passado, pelo menos agora. não sei porque, mas é legal lembrar, não?

beijos.

Flavinha disse...

Mas que beleza!!! É isso aeee RECORDAR É VIVER...
É bom este sentimento de saudade, porque tá sempre nos lembrando o quanto valeu a pena as coisas, pessoas...enfim, os momentos que fizeram parte de um época da nossa vida...ainda mais a nossa infância...nossa!!!!
BjãoOoO Maryldaaa

Panda! disse...

Eu tenho poucas e boas lembranças da minha infância. Na maioria envolvendo meus familiares, pois sempre fui uma criança introspectiva. Não gostava das outras crianças e tive poucos amigos no colégio. Fui criado em apartamento e meu brinquedo favorito sempre foi o video game. E por isso eu atesto a umas das últimas afirmações do post, Mary...As crianças de hj não teram as mesmas boas lembranças que os da nossa geração (mas eu não me incluo nisso) tiveram!
Minha infância foi boa, mas sentirei muito mais saudades dos tempos que estou vivendo agora do que os que já ficaram para trás.

Mundo selvagem disse...

É incrivel!!!! eu quando era menor reclamava e reclamava por ser pequeno e não poder fazer as coisas, hj eu me arrependo profundamente por reclamar dos meus tempos de guri....
eu brincava, era feliz e nem sabia!!!!

Cadinho RoCo disse...

As coisas passam para que possamos aperfeiçoa-las em nós. O que foi bom sempre pode ficar melhor, acredite nisso.
Cadinho RoCo

Pelirroja disse...

Às vezes me dá uma saudade da minha infância. Ah, esses tais anos 80. Quem não tem lembranças? Sabe que eu sinto muita falta de ficar andando de bicileta o dia todo, para cima e para baixo, sem ter nada com o que me preocupar, livre, e com aquele espírito de criança aventureira. Saudades.

Um beijo para você, moça! Obrigada pela visita no Abóboras! Um ótimo feriado!

=*

Striker disse...

OS GAROTOS PERDIDOOOS!!!! como eu amava ver esse filme de tarde!... acho que foi uma das coisas que mais me ajudou a não ter medo de vampiro quando criança, assim como Blade.
não quero parecer mentiroso, mas a minha bicicleta acho que era idêntica a aquela, só que sem as coisas brancas de plástico ali!!
o pai jogou fora, senão te mandava uma foto da magrela enferrujada de uns dez anos e pouco.
Nunca precisei brincar de acampamento, eu era escoteiro fazia isso de verdade, ráááá. nojento..
nunca brinquei de barbie mas tinha duas caixas cheias de personagens de ação!!! não é boneco ¬¬
meus amigos ainda estão lá. mas eu só paro em casa pra dormir, comer, tomar banho e mofar no PC. =D

 
Design by Pocket